Posts Tagged 'viagem'

Meus Spots de Buenos Aires!

Como já contei pra vocês, passei uns diazinhos descansando em Buenos Aires antes da chegada do bebê. Como sei que muitas mamães vão para lá – especialmente agora, no feriadão da Páscoa, resolvi compartilhar umas coisas legais que vi por lá:

THEODOSIA: essa loja na verdade é um quiosque que fica no segundo andar do shopping Paseo Alcorta (ao lado do museu MALBA). Vende bolsas de couro lindas e fashionistas, que na verdade são bolsas de carregar mamadeira, fralda, chupeta…Tem de várias cores e tamanhos, para todos os estilos de mãe. Não comprei porque estava meio sem tempo de escolher bem, e elas não são baratas – custam cerca de $1500 pesos argentinos, o que equivale mais ou menos a uns R$580,00. E as que eu achei bonitonas combinavam mais com menina. Para quem não vai pra Buenos aires e quiser comprar, eles enviam para o Brasil!!!!

COMO QUIERES QUE TE QUIERA: essa loja teen é uma fofura! A decoração, as roupas, os acessórios… Entrei para acompanhar a minha prima que estava comprando uma galocha estampada (floral, linda!!) e acabei me apaixonando pelos pijamas da loja. São feitos de um algodão bem macio e com um pouquinho de elastano, para dar aqueeeeeeele conforto, sabem? Comprei dois para colocar na mala da maternidade. A loja tem filiais pelos principais shoppings da cidade e também no bairro de Palermo.

Casaquinho LINDO da loja La Folie

LA FOLIE: não é de hoje que eu AMOOOO essa loja mega charmosa que fica no coração de Palermo. É uma boutique que vende roupinhas charmosíssimas para meninas e meninos. Os vestidinhos de tecidos nobres e carinha vintage são imbatíveis! E os cardigans trabalhados à mão, com jeito de “feitos pela Vovó” não tem como resitir. Fica na Av. Malabia, 1670. Sempre que vou a Palermo peço para o taxista me deixar na esquina das ruas Córdoba e Armênia. Daí caminho toda a Armênia até a praça, depois volto pela Malabia e termino o passeio na Scalabrini Ortiz – que tem a LOJA DA BARBIE!!!!

FARMACITY: Com filiais em cada esquina de Buenos Aires espalhadas pela cidade inteira, essa rede de farmácias tem uma seção infantil bem completa, com marcas como Avent e Chicco. Lá também tem umdificadores de ar próprios para bebês e a LINHA COMPLETA DE CREMES ANTI-ESTRIAS DA MUSTELA COM UM PRECINHO PRA LÁ DE AMIGO!!!!! #FizEstoque

E vocês, meninas? Tem algumas diquinhas de BsAs para compartilhar?

Comendo na Disney!

Mamá, fruta matinal, almoço com saladinha e carninha, mamá da tarde, lanchinho da tarde, janta e mamá da noite. Eis a rotina alimentar de um bebê de dois anos.

Mas como alimentar a menina durante a viagem? Fiz Aloka e pensei: em Roma, como os Romanos! Ninguém morre de comer 16 dias junk food!

No primeiro dia, logo que desembarcamos, fomos no Wal Mart. Comprei um fardão de água mineral, uma jarra elétrica (U$11 e dá pra usar bastante aqui no Brasil) pra esquentar a água do mamá e umas papinhas da Gerber.

Todos os parques da Disney contam o “Baby Room”. É um espaço climatizado com microondas, cadeirão, água mineral à vontade, berços, trocadores, sala de amamentação privativa (para quem quiser, porque na Flórida é permitido amamentar em público), enfim, tudo o que mamães e bebês precisam! No primeiro dia fui esquentar a papinha comprada para a Alice e ela ODIOU! Larga pro restaurante do parque papar pizza e hambúrger! kkkkkkkkkkkk

Alice e Vovó almoçando a comida que tem em quase toda a Disney

Então….bora comer as comidas das lanchonetes dos parques mesmo!!! Confesso que nos últimos dias já tava bem enjoativo (até porque a praça de alimentação do Resort oferecia mais ou menos o mesmo cardápio), mas teve umas folias que valeram muito, leiam abaixo….

ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO! Compramos a viagem com o Yazigi Viamão, e a diretora da escola, que tem duas guriazinhas MEGA LINDAS E QUERIDAS nos ofereceu se queríamos reservar refeições com os persongens. Tem que fazer a reserva com bastante antecedência, porque a procura é enorme. Nossa reserva foi feita em Janeiro! Achei meio caro (não lembro o valor exato, mas no mínimo dos mínimos U$50 para dois adultos), mas topamos. O que é uma gota para quem já está molhado, né messsss? POIS FOI A MELHOR PARTE DA VIAGEM, EM TODOS OS SENTIDOS!!!! Vale MUUUUUUUITO A PENA!!!!! NÃO DEIXEM DE IR!!!!!

A programação “Character Dining” que fizemos foi a seguinte:

*Almoço no Magic Kingdom – Restaurante Christal Palace: Buffet com a turma do ursinho Puff!!! Bufê maravilhoso, opções legais para as crianças, clima alegre e divertido. Fora que Puff, Tigrão, Bizonho e Leitão passam de mesa em mesa tirando fotos! No fim do almoço todo mundo dança comemorando o “Dia da Amizade!” Fofura!!!!

Começando bem o dia com a Minnie

Mini waffles de Mickey! Oooooooin!!!! rsrsrsrsrsrs

*Café da manhã no Resort Beach Club – Cafezão bem baixado com Pateta, Donald e Minnie em trajes de banho. Pensem no melhor café da manhã do mundo! Waffles com carinha do Mickey, mil coberturas e syrups, bolos, ovos, salmão defumado com cream cheese, frutas, brownies, e muitas outras delícias!!!! Foi o melhor café da manhã que eu já tomei na minha vida! Fora a oportunidade de conhecer essa área da Disney, que é muito linda e charmosa.


* Jantar no Resort Grand Floridian – Restaurante Park Fare 1900: Que tal um jantar com Cinderella, Príncipe Encantado, Madrasta, Drizela e Anastácia (quando ela entrou no salão estava de vestido rosa. Daí a Alice gritou: Olha, Mamãe! A Aurora!!!! kkkkkkkkkkk)?  Comidas caprichadas no bufê, o típico “Jantar Festivo” americano, com tudo o que pede o figurino: Pernil, Rosbife, ingredientes mais “sofisticados” e uma seleção de sobremesas que vou te contar…rsrsrrsrsrsr Depois do jantar tem um baile com a participação das crianças, é claro! Foi demais!!!!

SOBRE AS “TRANQUEIRAS” – Todo mundo sabe que os EUA são o país das besteirinhas comestíveis: bolachas, caramelos, salgadinhos, bolos, fudges, todas essas coisas que as crianças AAAAAAMAM. Pois é. Eu acho os doces americanos “doces” demais! Parece que tem dez vezes mais açúcar que os daqui, arght! Chega a dar uma coisa ruim na boca! Por isso eu não comprei nada disso pra Alice. Nada de cupcakes, fudges, caramels e cia. Só Jelly Belly (porque ninguém é de ferro……rsrsrsrrsrsr)

A Viagem!

Fora uma temporada na praia em janeiro, essa foi a primeira viagem da Alice. Depois que ela nasceu eu andei dando umas rodopiadas, mas sempre sem ela. Não queria levar.achei que ela fosse se cansar, entediar, chorar…

Mas quando surgiu o convite para essa viagem para a Disney, topei na hora! Seria um passeio totalmente dedicado A ELA! Se ela cansasse no meio do passeio, voltaríamos para o hotel. Quem imaginava que quem ia cansar seríamos eu e minha mãe, e ela continuaria bem ativa? Quem???? rsrsrsrrs

Pois bem, vamos falar da viagem em si:

– DOCUMENTOS NECESSÁRIOS: Para viajar para os EUA,  Alice precisou de visto americano. Então contatei a Top Vistos para encaminhar os papéis da pitoca. Se os pais da crinaça tem visto americano válido, não precisa ir pessoalmente ao Consulado Americano. Como o pai dela não tem visto, lá fui eu (ela não precisou ir) em SP para a entrevista. No dia da viagem, os outros documentos necessários para o embarque eu levei organizadinho em uma pasta na minha bolsa. Foi tudo bem tranquilo.

Favor não notar a cara de zumbi atropelado depois 14h de espera para embarcar. Grata!

– O AVIÃO: no momento do check in, pedi para ficarmos bem na frente, que é mais espaçoso. Não pedi berço, mas é uma opção. Na verdade o berço parece um saco de pano,uma coisa estranha….sei lá! Minha menina se comportou superbem e dormiu a viagem inteira!!!! E não esqueçam que mães de bebês podem levar água e leite em pó a bordo,  desde que estejam em uma “lancheira”,ou seja,uma bolsa especial para as comidas! Levei Toddynhos (oh, my!) que fizeram sucesso! kkkkkkkkkkkkkk

Curtindo a caminha do hotel

– O HOTEL: nos hospedamos dentro da Disney, no All Star Music Resort. É o resort mais baratinho! Não tem frigobar no quarto (só se pagar por dia, nem vi preço porque não peguei). Gostei bastante! Tinha atividades de recreação na piscina (a Ali participou até das aulas de dança,uma fofa!), telão com “cineminha” com desenhos da Disney (claro!!) à noite ao ar livre (Alice tb ia, AMAVA!). Dentro do hotel tinha uma mesa pequenina com desenhos para colorir e crayons. Foi SUCESSO!!!!

Botas no prédio "Country" do All Star Music

-A LÍNGUA INGLESA: Só pra constar que lá pela metade do passeio ela já estava falando Hello, Thank You, Bye Bye… #maecoruja

Gostaram do relato? Alguma dúvida?

Na Disney com Alice!

Quem me acompanha no Facebook já sabe que eu estive passeando com a Alice na Disney. Fomos nas férias de julho e fou uma superviagem! A guriazinha AMOU cada momento e aproveitou bastante!

Algumas leitoras pediram para eu contar da viagem, então resolvi fazer um mini-guia para quem quer curtir Orlando com bebês/crianças pequenas.  Vou separar os posts por tema: A Viagem, Alimentação, Brincando nos Parques e Compras!!!!

Mais alguma sugestão?

A primeira viagem a gente nunca esquece!

Eis que depois de um ano e dois meses, tomei coragem de viajar com a Alice. Nem o blog Viajando com Pimpolhos, que é MARAVILHOSO, conseguia me fazer mudar de ideia. Sei de gente que vai para a praia com bebezinhos de um mês de vida, que faz viagens internacionais com crianças que nem completaram um ano, mas cada um tem seu tempo. E o nosso foi só agora. Sabem quais eram os meus medos:

*Due ela ficasse reinando na cadeirinha durante a viagem – não aconteceu. Tanto na ida quanto na volta a guria foi relaxando, curtindo a viagem e escutando música. Levei brinquedinhos, bolachinhas, aguinha, papelzinho higiênico…tudo balelinha, porque não precisamos de NADA. Graças a Deus!

*De ter que levar muita coisa – em se tratando de bagagem, sou cool. Jogo meia dúzia de trapinhos em uma mochila e tá feita a festa. Já passei um final de semana em Londres com uma bolsa de dia-a-dia contendo duas camisetas e duas calcinhas. Imaginem como eu fiquei perdida na hora de fazer a mala da Alice. O que eu fiz? Diquei 3485-MAMAE e pedi para a vovó da Alice me ajudar. Foi MARA e a minha mãe colocou dentro das malas (duas só para a pequena) tudo o que poderíamos precisar: roupa de frio (tava um GEELO), de calor, toalhas, meias, paninhos, brinquedos, etc etc etc…e pra mim? Uma sacola pequenina, bien sur.

*De que ela fosse estranhar a cama, o ambiente, sei lá – NADA. Os bebês são super adaptáveis. Eu que tinha esse medo bobo na cabeça. Affffffe!!!!! rsrsrrsrsrs Mais alguém aí é assim?

* De que ela não entrasse no que eu chamo de “fuso-horário” da praia – aquela coisa…acorda as dez horas, almoça as três da tarde, cafezão de tardezinha, janta/não janta, barulho até tarde….por mais que eu tenha levado papinhas congeladas e da Nestlé e comprado frutas e iogurte para dar na hora certa eu ficava com um medinho. Não sei de quê! rsrssrsrsrsrs Mas novamente a minha pitoca deu um show de flexibilidade e no último dia tava comendo churrasco tardão com a gente!

 

Boba eu, né? Mas assim foi bom, eu respeitei o meu ritmo e só viajei com a minha filha quando EU SENTI SEGURANÇA. Passei toda essa segurança pra ela e a estreia foi nota DEZ!!!!!!! E é assim que tem que ser. Só devemos ir adiante naquilo que nos sentimos confortáveis e seguras. E agora que venham outras viagens!

 


Twitter

Junte-se a 68 outros seguidores

PARCEIRO

Vou me Casar