Arquivo para março \30\UTC 2011

Cegonhas no Mães à Obra!

Que eu sou fã número um do Mães à Obra todas vocês já sabem, não? Agora imaginem a minha alegria quando fui convidada para participar do site, na seção It Mammies? Adorei, adorei, adoreeeeeei!!!
As meninas foram lá em casa, batemos um papo dos mais gostosos e dei a entrevista de coração aberto. Não deixem de ler e comentar, tá? Ficou uma fofura!

 

O link para a entrevista é esse aqui.

Anúncios

Balinha de ursinho? Nãããããããããooooo!!!!!!

Estou assistindo esse vídeo no mínimo cinco vezes por dia. Já não aguento mais! rsrsrsrsrrsrsrsr
Mas……..mãe é isso aí, né não?

Segundo a Wikipedia, Ursinho Gummy é uma cançao criada na Hungria e acabou por ser editada em vários idiomas. As canções foram apresentadas pela primeira vez na Internet, através do Youtube e do Yahoo e rapidamente chegou às top das listas de vendas em vários países, tornando-se um sucesso entre os mais jovens.

Mais alguém tem bebê viciado no Ursinho Gummy (a.k.a Gummybear, Osito Gominola)?

Bem vindo a Gummy Festa Festa Pop!

O sonho não acabou!

UPDATE: o post entrou só pela metade!!!!!! Agora tá completo. rsrsrrsrs

Sempre que eu pergunto para uma mulher jovem e moderna que ainda não teve bebês o porquê de não ter começado a prole ainda, escuto a mesma coisa: “ainda quero aproveitar mais a vida, viajar mais, fazer mais coisas…” Na hora eu sempre fico quieta, porque cada uma cada um, né? Mas como esse blog é meeeeeeeeeeu fiz esse veículo para expressar a minha opinião, vou dizer o que eu acho.

Será que elas pensam que filhos aleijam as pessoas, ou que fica alguma restrição na Polícia Federal proibindo pais e mães de rodar o mundo? Não é assim não, pessoal!!!! Tudo é uma questão de planejamento e jogo de cintura! Claro que se você acabou de arumar o emprego dos sonhos, ou pensa noite e dia em fazer uma viagem de estudos tudo bem adiar a maternidade, mas se não tem nada em vista e tem vontade de engravidar, why not?

Minha filha não me impediu em nada de realizar projetos ousados, tanto profissionais quanto pessoais. Viagens com e sem ela, cuidados com o corpo, dormir até meio dia nos finais de semana e a busca constante pela felicidade. Filhos só acrescentam!!!!

Então se tiver alguém aí louca para ser mãe mas tá faltando só um empurraozinho eu digo: SE JOGA!!!!!!

Sexy Mamma!

Acho que todas vocês sabem que depois do parto temos que usar aquelas calçolas gigantes estilo “vovó”, né? E o inseparável sutiã de amamentação também!! Nessas horas, conforto é TUDO, mas absolutamente TUUUUUDO o que queremos! Mas conforto não significa feiúra, hein meninas?

Não faz muito tempo que até as recém mamães mais vaidosas eram obrigadas a se submeter aos sutiãs e calcinhas pós parto bege (arght!) ou no máximo um pretinho. Pois dando uma volta pela loja de lingeries Hope aqui em Porto Alegre (fica no Barra Shopping Sul) me deparei com essas belezinhas:

Sutiã de amamentação de oncinha com detalhes rosa!!! ESTAMOS LIVRES!!!!!!

 

E a calçola calcinha pós parto também!!!!! Iupiiiiiiii!!!!

 

Olha que sutiã lindo para usar naquela horinha que o bebê tirar um cochilo prolongado no findi! Se é que vocês me entendem…rsrrsrsrsrs

 

 

Gostaram dos produtinhos Hope Maternity? Agora só fica de auto estima abalada ou assusta o marido quem quiser!!!!!

Desafios da Primeira Semana em Casa!

Enquanto a minha filha não chegava, eu pensava que estava preparada o suficiente para nossos primeiros dias juntas. Arrumei o bercinho, lavei as roupinhas minúsculas, fiz aquele estoque de fraldas e pendurei pingentes de flor nas cortinas do quartinho. Olhando para trás agora, eu penso: Como eu pude ter sido tão ingênua????

Claro, eu fiz tudo como manda o figurino para a chegada do bebê. Mas todas essas coisas não passam de frescuras quando chega a hora de enfrentar os primeiros dias como mãe. É nessa hora que precisamos usar as novas habilidades que não podemos nos preparar ou praticar ANTES do bebê nascer, como a amamentação, acalmar um bebê chorando e  sobreviver sem dormir. Preparei as Dicas Cegonhas de como lidar com os desafios mais comuns das primeiras semanas como mãe. Vem comiiiiiigo!!!!

 

PRIVAÇAO DO SONO: Sim, o recém-nascido vai dormir cerca de 20 horas por dia, mas não significa que serão sonos longos – pense de uma a quatro horas. Uffffffffffs!!!!
TECNICA CEGONHAS DE SOBREVIVENCIA: é a velha história. Arrume um staff (marido, tias, primas, amigas que possam ajudar com as tarefas) e durma quando o bebê dormir!!!! E nos finais de semana peça para alguém de mega confiança (sua mãe, se possível) ficar com o seu filhote no quarto enquanto você dorme. Tá no limite do limite? Contrate uma enfermeira algumas noites por semana e deixe leite ordenhado para ela oferecer ao bebê no meio da madrugada boladona enquanto você doooooooooooooooorme!!!!

 

ACALMANDO O CHORO: não existe nenê que não chore. Afinal, eles AINDA não sabem falar (mas quando você piscar o olho estarão escolhendo suas própris roupas).  Cólicas, fome, fralda suja ou um simples pedido de carinho são as razões mais comuns.

TECNICA CEGONHAS DE SOBREVIVENCIA: colinho gostoso é a melhor coisa para acalmar um bebê. Não se preocupe com a história de que estará mimando e mal acostumando o bebê. Isso não é possível. Tente recriar o ambiente do útero, ficando barriga com barriga, fazendo “pxxxxxxxxxxxxxx” beeeeeem no ouvidinho e repetindo o quanto você o ama, que a sua vida agora é cuidar da dele. Colo, embalinho e carinho são infalíveis. Agora, choro de  cólicas só o pediatra saberá dar a orientação necessária.

 

AMAMENTAÇAO: É uma coisa que acontece naturalmente, certo? Mmmmm….acho que não!

TECNICA CEGONHAS DE SOBREVIVENCIA: Aprender com o pediatra e as enfermeiras no hospital é a melhor pedida. Alguma foi grossa com você? Chame outra, oras! E se quando chegar em casa ainda precisar de uma ajudinha, há  grupos virtuais, como o a comunidade do Orkut “Grupo Virtual de Amamentaçao que dão uma boa ajuda.

 

Gostaram das técnicas? Tem alguma diferente? Vamos dividiiiir!!!!!!


Seguuuuuuuuuuuuuuuuuuuuura, Cartãooooo!!!!!

Sabe aquelas roupinhas de bebê lindas que só tem nos EUA? E aqueles jogos de berço que vemos nos sites lá de fora? Eram o meu sonho de consumo quando estava grávida. Como agora estou órfã da seção Kids do site Asos, eis que descobri no blog Segunda Versão que o site da superloja americana JC Penney entrega no Brasil!!!!!!!! QUE FELICIDADE!!!!!! Agora dá pra comprar Carter’s, Bonnie Jean, Graco, e CoCaLo ( a das roupinhas de cama fofas) direto por lá!!! Já fiz um pedidozinho, né gurias? Só para ver como é e contar aqui depois….;-)

 

 

 

 

Visita pra quem? Pro bebê, oras!!!!

Tem mulher que quando vai ganhar o bebê está louca para mostrar o novo integrante do planeta para todo mundo. Tem outras que se pudessesem sequer fariam lembrancinhas para entregar na maternidade. Eita, vida complicada, ô mulherada de lua!!…..rsrrsrsrs

Resolvi dar aqui a minha opinião tipo……de mãe pra mãe mesmo. Porque sei que esse é um assunto muito pessoal e cada uma tem as suas razões para querer ou não visitas na maternidade ou nos primeiros dias em casa.

Para começar, uma coisa é os familiares queridos virem visitar o baby. Outra coisa são os parentes chatos, alguns colegas do escritório ou qualquer outra pessoa que não tenha assim taaaaaaaaanta intimidade entrar na casa da gente e se deparar com:

*uma recém-mamãe inchada, inexperiente, CANSADA e de pijamas

*um bebê frágil e indefeso e sensível a risadas altas, espirros e TV ligada a mil

*um casal totalmente perdido no meio do caos

 

Por isso acho interessante a grávida ir falando para pessoas que ela SABE que são meio sem noção que…sabe cumé….não vai receber visitas logo no início…..falar que depois vai fazer um chá para apresentar o bebê pra galera….ACREDITO QUE SEJA A MELHOR COISA. Fiz isso e deu supercerto.

Agora, aqui vai a minha opinião mais pessoal: não subestime aquela tia bacana que você tem que vai ver o bebê todo santo dia. Ela AMA seu filho. E saiba que quando você piscar o olho, esse bebê vai crescer. Vai virar uma criança. Você vai querer sair, se divertir, viajar a sós com o marido, fazer escova progressiva (que demooooooora) no cabelo…e aí, minha amiga….vai poder deixar o baby com ela!

E como afastar as visitinhas meio chatas? AAaaah, aí eu quero a opinião de vocês! Eu me trancava no quarto e dizia: “Ai, desculpa, mas a minha filha só consegue mamar no silêncio absoluto!” E ficava por lá! rssrsrsrrsr

 

E vocês, o que pensam a respeito de visitas?

 

 


Twitter

Junte-se a 67 outros seguidores

PARCEIRO

Vou me Casar