Arquivo para fevereiro \21\UTC 2011

Cadê a birrenta que estava aqui?

Meninas!!

 

Fiquei muito feliz com todas as respostas que vocês deram no post anterior. Resolvi colocar em prática todas elas. Nessas horas vemos que ser mãe não é só um mar de rosas, que dá trabalho também. E põe trabalho nisso! Estou descobrindo que educar é tão importante quanto alimentar, cuidar e amar. Fingir que não estou vendo a pessoa que eu mais amo no mundo chorando (mesmo que eu SAIBA que é manha puríssima) dói. E como!!! Mas funciona, podem apostar. Não dei importância para um choro forçado e ignorei mesmo.  Não demorou muito e  a minha pitoca ficou quietinha, numa boa.

Agradeço de coração a cada uma que deixou recado e compartilhou experiências por aqui.

Beijão, Magali

Anúncios

Terrible…one and a half?

Sempre me orgulhei e enchi a boca para falar que a minha filha é uma menina mansiiinha, mansiiiinha. Mas nas últimas semanas ela tem me surpreendido bastante. Quando é contrariada, no mesmo instante começa a chorar_  eu disse CHORAAAR!!!! Na primeira vez, literalmente fiquei sem saber o que fazer. Nunca cuidei de criança e quando via uma fazendo birra na rua, olhava torto. Na segunda, também não sabia como lidar. Daí que fiquei me achando a pior mãe do mundo, incapaz de controlar uma menina de um ano e meio. Se falo delicada com ela, ela “domina”. Se falo firme, ela se magoa e chora com toda a vontade.

Daí que eu quero saber se alguma mamãe aí tem dicas de como lidar com as primeiras birras_que eu descobri que são inevitáveis!!!!


Twitter

Junte-se a 67 outros seguidores

PARCEIRO

Vou me Casar